Seu filho fez o Enem? Saiba o que fazer com a nota

enem saiba o que fazer com a nota

Para Tudo e segura a ansiedade porque hoje é dia de saber a nota do Exame  Nacional do Ensino Médio (ENEM). Se seu filho fez a prova aqui vão algumas dicas do que fazer com as notas.

Ao contrário dos anos anteriores, em 2017 as provas foram aplicadas em dois domingos pela primeira vez desde sua criação. No dia 5 de novembro, foram aplicadas as provas de linguagens, códigos, redação e ciências humanas e, no dia 12 de novembro, foi a vez das provas de ciências da natureza e matemática. No total, 1.724 municípios participaram da aplicação do exame que recebeu 6.731.203 inscritos.

A previsão de divulgação das notas era para o dia 19 de janeiro, mas o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) já confirmou que vai antecipar em um dia os dados. No entanto, o resultado do Exame Nacional do Ensino Médio será divulgado um dia antes.

Para consultar a nota é necessário que os estudantes informem o CPF e a senha cadastrada no momento da inscrição no exame. Quem não se lembra da senha pode recuperá-la também na Página do Participante. O Inep sugere que a recuperação seja feita com antecedência. Na página do participante há orientações completas para recuperação. Aliás, a senha é de suma importância também para que o estudante também acesse o Sistema de Seleção Unificada (Sisu), que ficará aberto de 29 de janeiro a 1º de fevereiro.

Já os resultados dos participantes com menos de 18 anos, que são chamados de “treineiros”, serão liberados 60 dias depois da divulgação regular, bem como o espelho de correção das redações. Geralmente, os participantes acessam os espelhos para saber como se sairam em cada uma das cinco competências do ENEM.

Lendo o site Geekie ví uma matéria legal falando sobre o que o estudante pode fazer com a nota que recebeu no ENEM: 

 enem

SISU: ingresso em uma universidade pública

A nota do Enem serve para você concorrer a vagas em universidades públicas pelo Sisu. As inscrições ocorrem duas vezes por ano, no começo do ano e no fim do primeiro semestre, para que alunos que tenham feito o Enem no ano anterior possam tentar a sua vaga.

ProUni: bolsa de estudo para faculdade particular

O Programa Universidade para Todos (ProUni) oferece bolsas de estudo integrais ou parciais em graduações nas universidades privadas. A seleção leva em conta alguns critérios, que envolvem desde sua nota na prova do Enem até algumas condições de renda familiar e se estudou em escola pública.

FIES: financiamento da mensalidade de uma faculdade particular

Caso você não se encaixe no perfil necessário para ter uma bolsa pelo ProUni, pode tentar um financiamento para pagar a sua universidade com mais tranquilidade. Caso você consiga uma bolsa de apenas 50% com o ProUni, pode solicitar o financiamento do restante.

O Fies funciona como um empréstimo, em que parcelas pequenas (referentes aos juros) são pagas todos os meses. A porcentagem do financiamento depende de alguns critérios e você pode saber mais aqui. Você só irá pagar o valor faltante após concluir o seu curso.

SisuTec: ingresso em um curso técnico

Precisa de uma qualificação mais rápida? Que tal um curso técnico oferecido por instituições públicas ou privadas? O SisuTec (Seleção Unificada da Educação Profissional e Tecnológica) funciona como o Sisu, mas voltado para vagas do ensino Técnico, aqueles que têm duração mais breve, de apenas 2 anos. O curso técnico forma profissionais prontos para o mercado de trabalho.

Porcentagem da nota para ingressar em uma faculdade

Atualmente, muitas universidades públicas utilizam o Enem como uma porcentagem da nota. Ou seja, é necessário fazer o vestibular próprio da faculdade, além de usar a nota do Enem.

Ingresso em uma faculdade particular

Ao se inscrever para o ProUni ou para o Fies, automaticamente, a sua nota do Enem é utilizada como critério de seleção. Ou seja, não há um outro vestibular. Porém, algumas faculdades particulares utilizam 100% da nota do Enem como critério de seleção, independentemente do financiamento estudantil ou do Programa Universidade para Todos.

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>