Produtos naturais: moda ou necessidade?

Produtos naturais: moda ou necessidade?

Você já deve ter visto na internet o boom dos produtos naturais. Eles estão nos sabonetes, shampoos, esmaltes, produtos para o rosto, etc. Mas será que é moda ou uma necessidade?

Limpa, tonifica e hidrata. Essa é a base que toda brasileira conhece para a limpeza da pele. Parece até inofensivo, mas podemos estar expostos diariamente a mais de 100 ingredientes químicos, alguns até cancerígenos, dependendo das nossas escolhas. Além de repensarmos os cosméticos que queremos utilizar em nosso corpo é importante também pensar no descarte deles.

Essa preocupação veio dos millennials que vem balançando diversas áreas com seus questionamentos e exigências. Veja no quadro a evolução do nível de exigência dos consumidores no decorrer dos anos.

tabela

Esse novo mercado deve movimentar US$ 16 bilhões até 2020.  E você sabe quais ingredientes evitar na hora da compra e o que cada um deles significam? Mostro agora pra vocês:

Parabenos: conservantes que podem causar irritações, alergias e doenças como câncer, segundo pesquisas da Universidade de Reading (Inglaterra).
Pegs: derivados do petróleo que causam sensibilidade.
Fragrância: a mistura cheirosa pode provocar dores de cabeça, dermatites e até problemas respiratórios e hormonais.
Petrolato e silicones: criam uma barreira que impede a hidratação natural da pele.
Alumínio: obstrui os poros e interfere nos níveis de estrogênio facilitando a formação de tumores, por exemplo.
Oxibenzona: oferece riscos de alergias e câncer e polui os oceanos.
LAURIL (SLS) / LAURETH (SLES): tem ação emulsificante, mas é alergênico e poluente.
Tolueno e formol: são tóxicos para o sistema respiratório e cancerígenos.

Fonte: Glamour Brasil.

 

 

E você? Quais produtos costuma usar? Já tinha parado para pensar nisso?

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>